KDE - NEON

sobre outras distribuições GNU\Linux e informações gerais sobre o mundo da informática.

KDE - NEON

Mensagempor atf » Dom Jun 14, 2020 2:33 pm

Como já é sabido a turma do KDE está desenvolvendo uma distribuição própria. Baixei em https://neon.kde.org/download e estou impressionado com o trabalho feito. É um KDE como nenhuma outra distribuição implementou, o que aliás, era o esperado.
Para quem gosta do KDE, como eu, recomendo um teste. É claro que o "forum" preferido continua sendo este.
Afonso Teixeira de Freitas
LinuxUser#142898
Avatar do usuário
atf
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 134
Registrado em: Sex Dez 30, 2016 4:56 pm
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Re: KDE - NEON

Mensagempor Bequimão » Seg Jun 15, 2020 12:58 pm

Olá atf,

Esta distro não é feita pela equipe do KDE, mas muitos desenvolvedores usam o KDE Neon como sistema de referência. Testei alguns anos atrás, mas não continuei usar esta distro. Ela está baseada no Ubuntu LTS. Assim o KDE Plasma está sempre atualizado, o resto do sistema não tanto.

Eu preferia para estes fins o openSUSE Tumbleweed ou o KAOS Linux, também bastante atuais. O Fedora KDE Plasma não tem boa fama, mas o meu ver está muito bom e atualizado.

Abraço
Bequimão
Se o Windows fosse a solução, eu queria o problema de volta.
Avatar do usuário
Bequimão
Colaborador Intermediario Mageia
Colaborador Intermediario Mageia
 
Mensagens: 127
Registrado em: Sáb Mai 18, 2013 3:01 pm
Localização: Mannheim, Alemanha

Re: KDE - NEON

Mensagempor atf » Ter Jun 16, 2020 1:48 pm

Olá,Bequimão.

De fato, a proposta não é "atualidade". Está mais para usabilidade sem sustos. A diferença é a configuração do KDE, quase absolutamente estável.
Afonso Teixeira de Freitas
LinuxUser#142898
Avatar do usuário
atf
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 134
Registrado em: Sex Dez 30, 2016 4:56 pm
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Re: KDE - NEON

Mensagempor denisbr » Sex Jun 19, 2020 1:44 pm

Usam o Ubuntu LTS como base, ou seja, é uma versão que tem poucas modificações e atualizações, até onde eu sei.

Minha pergunta é, porque será que não usam o http://www.linuxfromscratch.org para criar uma nova distro? Preguiça de começar de fato do zero?
Avatar do usuário
denisbr
Administrador
Administrador
 
Mensagens: 102
Registrado em: Sex Dez 27, 2013 9:40 am

Re: KDE - NEON

Mensagempor atf » Sex Jun 19, 2020 5:14 pm

O motivo principal, de não usar "linuxfromscratch" é custo de manter um repositório independente. Começar do zero só iria modificar a "cor da roda".
Afonso Teixeira de Freitas
LinuxUser#142898
Avatar do usuário
atf
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 134
Registrado em: Sex Dez 30, 2016 4:56 pm
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Re: KDE - NEON

Mensagempor caffilhobr » Sex Jun 19, 2020 10:04 pm

Se o KDE Neon fosse baseado no Debian eu ate que utilizaria, hoje tenho o Mageia em um desktop e o Leap em um notebook acho dificil trocar,
Carlos Filho
Avatar do usuário
caffilhobr
Colaborador Especial Mageia
Colaborador Especial Mageia
 
Mensagens: 626
Registrado em: Sáb Out 12, 2013 7:32 pm
Localização: Uberlândia

Re: KDE - NEON

Mensagempor creto2 » Qua Jun 24, 2020 8:21 pm

Ainda não baixei o KDE Neon, mas vou olhar ele.

Quanto pacotes desatualizados de uma versão LTS é só ir na sources.list e alterar

Fiz um guia a tempos atrás lá no fórum do Mint BR https://www.linuxmint.com.br/discussion ... -com-o-sed

T+
Avatar do usuário
creto2
colaborador Jr. Mageia
colaborador Jr. Mageia
 
Mensagens: 49
Registrado em: Sáb Nov 02, 2019 12:30 pm
Localização: São Caetano de Odivelas/Soure - PA

Re: KDE - NEON

Mensagempor atf » Qui Jun 25, 2020 8:32 am

Olá, Creto.
Eu optei pelo Neon, justamente por ser um LTS com KDE bem instalado e configurado. Para uso em produção não dá para enfrentar atualizações arriscadas.
Afonso Teixeira de Freitas
LinuxUser#142898
Avatar do usuário
atf
Moderador
Moderador
 
Mensagens: 134
Registrado em: Sex Dez 30, 2016 4:56 pm
Localização: Rio de Janeiro - RJ

Re: KDE - NEON

Mensagempor creto2 » Sex Jun 26, 2020 7:09 pm

Pois é, nas distros derivadas da família Buntu eu sempre preferi as LTS desde o tão bom Lucid Lynx, de onde comecei essa minha jornada livre.

Hoje por nem ter o PC e usar um HD espetado no PC do eu irmão e ele ser modesto (J1800 2.4Ghz, 4GB de ram) uso o BigLinux 20.04 LTS que no momento a meu ver é a melhor opção de KDE. O modo de instalação dele em BTRFS tem a vantage de ocupar o mínimo de espaço.

Vou sim olhar o Neon, mas para uso em produção acho que vou preferir ficar no BL até porque para o que eu gosto e preciso fazer, achei a melhor opção nele

T+
Avatar do usuário
creto2
colaborador Jr. Mageia
colaborador Jr. Mageia
 
Mensagens: 49
Registrado em: Sáb Nov 02, 2019 12:30 pm
Localização: São Caetano de Odivelas/Soure - PA

Re: KDE - NEON

Mensagempor frc_kde » Qua Jul 01, 2020 9:21 pm

O KDE Neon foi lançado +/- no início de 2016, pelo criador do Kubuntu + parte da equipe, que discordaram de práticas da Canonical e passaram a trabalhar com a fundação KDE e.V.

Eu usava o Kubuntu LTS desde 2009, em dualboot com Windows + [Debian ou Mint]. Em fins de Maio de 2016 deletei o Windows e usei o espaço para criar 2 partições. Passei a fazer dualboot do Kubuntu LTS, KDE Neon (User Edition), Debian KDE e Mint KDE.

Até então, eu sabia muito pouco sobre Linux, e só conseguia o máximo de resultados no Kubuntu LTS, mas logo o Mint 18 KDE se tornou igualmente "ótimo", e em seguida também o KDE Neon. No final de 2016, eu conseguia o "máximo" com essas 3 distros (e ainda não tanto com o Debian KDE).

No primeiro ano, tive vários pequenos problemas com o KDE Neon. Não sei até que ponto isso ocorria por falta de conhecimento meu sobre Linux, ou até que ponto a equipe de fato ainda não tivesse alcançado domínio pleno da ideia que se propunham: ─ Um KDE "rolling-release" em cima da base LTS da Canonical. ─ Problemas costumavam ocorrer após grandes atualizações do KDE. Mas a maior parte desses pequenos problemas eram corrigidos logo na atualização seguinte. Outros, logo aprendi a contornar e, por fim, a solucionar. Em parte, era questão de descobrir fóruns onde se discutia o KDE mais recente.

Com a remoção do Windows, foi nessa época que finalmente investi mais na pesquisa e solução de problemas, e comecei a aprender mais coisas, bem mais rápido.

Devido a um desastre, tive de reinstalar o KDE Neon no início de 2017, e foi difícil. As novas ISOs simplesmente não carregavam direito, no meu velho hardware de 2009. Tive de encontrar uma ISO um pouco mais velha, para conseguir reinstalar. Esse problema continuou, e não consegui instalar em outra partição, quando saiu a versão Bionic em 2018. Tive de arriscar o upgrade, em uma distro que estava "perfeita", 100% "produtiva".

O upgrade era quase obrigatório, pois o velho KDE Neon "Xenial" parou de receber atualizações do KDE, poucas semanas após o lançamento do KDE Neon "Bionic".

Felizmente, o upgrade correu sem nenhum problema.

No início de 2020, quando montei outro hardware, a ISO carregou a sessão Live e instalou, sem a menor dificuldade. ─ Vale notar que, esse tempo todo, nenhuma outra ISO apresentou tal dificuldade, no velho hardware.

Em 2017 comecei a instalar distros "não-debian", sempre em dualboot (adicionei 1 HDD e 1 SSD, ambos de 1 TB), e acabei gostando principalmente do openSUSE, Arch, Fedora, PCLinuxOS, Mageia, Slackware, Void (e Sabayon, enquanto não junto coragem para instalar o Gentoo).

Ainda não reinstalei todas, nesse novo hardware. Em meados de Junho instalei o Mint 20 (beta) Xfce e em cima dele instalei o KDE.

Imagem

O Quadro mostra a "situação" das distros, Kernels, versões do KDE etc. ─ e também do meu progresso, ainda lento, para torná-las todas tão "ótimas" quanto possível, para as tarefas de que preciso.

Notem que o KDE Neon é uma das distros que inicia o KDE com o menor uso de Memória RAM (a outra é o Arch).

Desde o início, em 2016, KDE Neon sempre primou por um KDE "limpo", "leve" ─ sem o PIM, que ainda era instalado por padrão com o Kubuntu LTS. ─ Se não estou enganado, só recentemente o Kubuntu passou a oferecer essa opção em seu instalador.

Procuro manter cada distro tão intocada quanto possível ─ só desativo serviços ou removo pacotes, o mínimo possível, evitando descaracterizá-las. ─ Em vez de alterá-las radicalmente, basta reiniciar e usar outra.

Os serviços que desativo ou removo são o PIM, a "Pesquisa de arquivos" (Baloo_file), e os mecanismos automáticos de verificação de atualizações. Por exemplo, nas distros baseadas na Canonical removo "unattended-upgrades", que instalam atualizações "de segurança" silenciosamente, sem perguntar ou avisar, sequer. Em várias distros, removo PackageKit (e o Plasma Discover vai junto), para que não tentem verificar atualizações disponíveis. No Mageia, apenas desativei o carregamento automático do mgaApplet. No Mint, desativei o início automático do mintUpdate.

Nada de Snapd atualizando coisas na surdina.

No Mageia, também desativei as verificações periódicas do MSEC.

Verificações e atualizações, só manualmente. Em geral, faço isso no início da manhã, ou no final do dia. E no final de semana atualizo as distros que não usei durante a semana.

Portanto, os únicos serviços que de fato podem interferir no uso inicial de Memória RAM são o snapperd + manutenção BtrFS, no openSUSE ─ e no entanto, não é a distro que usa mais memória, ao iniciar.

No Mint 20 com KDE, ainda não comecei a desativar vários serviços do Xfce ─ devia ter desativado todos, antes de instalar o KDE, mas agora é tarde, o jeito vai ser pesquisar, um por um.
frc_kde
Recente colaborador Mageia
Recente colaborador Mageia
 
Mensagens: 3
Registrado em: Dom Mar 17, 2019 11:46 pm

Próximo

Voltar para Outras Distros e Variedades

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante

cron